You are currently viewing Totalmente on-line, maior encontro da Administração é sucesso de público

Totalmente on-line, maior encontro da Administração é sucesso de público

Com transmissão ao vivo pelo CFAPlay e engajamento do público, Enbra alcançou milhares de estudantes e profissionais de administração

O XXVII Encontro Brasileiro de Administração (Enbra) chegou ao fim na noite desta sexta-feira, 8. O evento estava previsto para acontecer em 2020, ano em que o mundo conheceu uma das piores pandemias da história e, por isso, foi adiado inúmeras vezes. Diante da nova realidade, o CFA e o CRA-BA se uniram para organizar o Encontro totalmente on-line.

O resultado final surpreendeu a todos e o Enbra 2021 já é considerado a maior edição do Encontro. Os números provam isso: o evento recebeu quase 5 mil inscrições; emitiu mais de 8 mil certificados e, em três dias de Encontro, os vídeos das palestras alcançaram, até o momento, mais de 21 mil visualizações.

Uma das razões de tanto sucesso está na programação, que foi pensada com todo cuidado para oferecer ao público debates de qualidade. No último dia do Enbra, um dos destaques foi a palestra “O impacto da inovação tecnológica na gestão das organizações”. O assunto foi discutido pela CEO na SDW For All – startup de impacto social, Anna Luísa Beserra.

Na oportunidade, ela falou do Aqualuz, sistema que a jovem criou que purifica água do sertão usando a luz solar. A ideia de Anna foi premiada e ela decidiu criar a startup SDW para produzir o mecanismo que tem aliviado a seca no interior nordestino.

Em seguida, o presidente do CFA, Mauro Kreuz, falou sobre “A Administração como fator de competitividade das organizações no contexto da inovação tecnológica”. “O fracasso das pessoas e das organizações está ligado ao mau uso da administração”, disparou o líder da autarquia já no início da sua fala.

A inovação, segundo ele, na perspectiva econômica é eficaz, ágil e lucrativa. Do ponto de vista sociológico, essa realidade começa a apresentar, segundo Kreuz, sérias distorções. “Pois ela afeta as relações sociais. Elas mudaram e continuam mudando. No trabalho, as máquinas começam a substituir as pessoas e isso aumenta a marginalização social”, disse.

Na perspectiva formativa, as inovações tecnológicas estão mudando a forma de aprender. “Se nós não investirmos no rigor cognitivo, nós vamos perder espaço para as máquinas.”, alertou, chamando atenção para uma reflexão que Domenico Di Masi trouxe anos atrás em um evento do CFA. “A inovação tecnológica vai caber no bolso? Não só cabe no bolso como na mão. Mas e as relações pessoais? Há impactos nocivos e perigosos e isso impacta muito as organizações.”, afirmou.

Essas inovações também trouxeram mais infelicidade. Segundo ele, basta ver o aumento no número de casos de doenças mentais. “São paradoxos terríveis”, disse. Para concluir, ele disse que o QI dos jovens caiu muito, pois suas capacidades cognitivas caíram brutalmente com esse excesso de tecnologias.

Em sequência, foi realizado o encerramento do Enbra. O primeiro a falar foi o coordenador regional do XXVII Enbra, Raimundo Santos, que aproveitou a oportunidade para agradecer toda a equipe do CFA e do CRA-BA que esteve a frente do planejamento do evento, além dos palestrantes que participaram do Encontro.

O coordenador geral do XXVII Enbra, Gilmar Camargo, destacou os números pujantes do evento. Foram quase 21 horas de transmissão de debates sobre as inovações tecnológicas no mundo da Administração. Ele também teceu inúmeros agradecimentos, em especial os milhares de estudantes e profissionais de administração que acompanharam o Enbra.

A presidente do CRA-BA, Maria da Graça Pitiá Barreto, não poupou elogios a todos envolvidos na organização do evento. Para ela, o sentimento é de gratidão. “Espero nos encontrarmos em outros eventos de crescimento profissional”, disse.

Mauro foi o último a falar.

“Quero agradecer a todos os participantes do XXVII Enbra e também a toda a comissão organizadora do evento. Para mim é um orgulho ver esse trabalho coroado. Sucesso total. Não tenho a menor dúvida de que o Enbra 2021 ajudou a evoluir muito a nossa profissão. Do ponto de vista intelectual, navegamos por temas brilhantes que certamente vão nos tornar mais capazes do que já somos. Até a próxima”, afirmou.

Tecnologia na educação

O terceiro e último dia do XXVII Enbra foi bastante intenso também durante o dia. Com uma programação rica, o Encontro ofereceu ao público vários debates com a temática “O impacto da inovação tecnológica na gestão das organizações”.

Na manhã desta sexta-feira, 8, o tema foi tratado sob a ótica da educação com o Encontro de Professores e Coordenadores dos Cursos de Administração (Eprocad). Entre os assuntos abordados estavam as novas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) do curso de bacharelado em Administração e o uso de tecnologias no ensino superior.

Mulheres administradoras em foco

No início da tarde, foi a vez do impacto da inovação tecnológica ser observado sob o ponto de vista feminino no Fórum das Mulheres da Administração. A coordenadora adjunta do XXVII Enbra no CRA-BA e coordenadora da Comissão Especial ADM Mulher do CRA-BA , Tânia Maria da Cunha Dias, fez uma breve apresentação de boas vindas. Na sequência, a presidente em exercício da Junta Comercial do Estado da Bahia (Juceb), Paula Miranda, falou um pouco sobre a transformação digital da Junta.

Em seguida, aconteceu uma roda de conversa entre mulheres de diferentes regiões mediada pela conselheira do CRA-BA, Elisângela Julião Cardoso. Ela e um time composto pela coordenadora do Grupo de Excelência de Empresa Familiar do CRA-SP, Sandra Regina da Luz Inácio; pela bacharel em Administração do Peru, Dr. Beatriz Wong; e por Carolina Menezes de Almeida Santos.

A força do profissional sênior

Ainda na tarde desta sexta-feira, 8, os profissionais de administração mais vividos tiveram uma programação especial no Fórum dos Profissionais de Administração +. O presidente do CFA, Mauro Kreuz, o presidente do CRA-MG, Jehu Pinto de Aguilar Filho; e a coordenadora geral do Fórum do Adm+, Herlígenas Araújo, conversaram sobre “Como o profissional ADM + pode atuar nesse novo tempo”.

Jovens, o futuro da ADM

O coordenador geral do Enbra, Gilmar Camargo, e a coordenadora do Encontro dos Jovens Profissionais de Administração, Daisy Lima de Souza Santos, abriram a programação voltada para os jovens profissionais de administração. O foco das discussões desta tarde foi voltado para finanças, investimento e educação financeira no cenário digital.

Participaram do Encontro dos Jovens Profissionais de Administração o presidente da Abefin, da DSOP e da Confirp, Reinaldo Domingos; presidente da empresa júnior do curso de Administração da UNEB em Santo Antônio de Jesus, a ReconJr, Leandro Santos; superintendente da Júnior Achiement Brasil, Evandro Carlos Bandin; e o conselheiro do CRA-MA, Fábio Arruda, que falou sobre os desafios do gestor na atualidade.

Para conferir tudo o que rolou no XXVII ENbra basta acessar https://www.youtube.com/c/CFAPlay/featured

Ana Graciele Gonçalves
Assessoria de Comunicação do CFA